Leve e Pesado

A vida é cheia de contradições e paradoxos. Pode uma coisa está cheia e vazia ao mesmo tempo? Podemos estar vivos e mortos ao mesmo tempo?

Não faltariam exemplos sobre as “aparentes” contradições e paradoxos da vida. Mas quero refletir sobre o “paradoxo” do que o Mestre dos mestres oferece. Sim, Jesus Cristo, o Homem-Deus. Ele diz:

Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve. Mateus 11:30 NVI

Jesus convida os cansados e sobrecarregados a vir até ele (Mateus 11:28). Nosso mundo está cheio de pessoas assim. Possivelmente eu e você também estejamos cansados e também sobrecarregados. Senão em todos os dias, provavelmente em muitos dias.

Mas a oferta do Mestre é um tanto contraditória. Ele oferece um “jugo” para quem já está cansado e sobrecarregado.

Podemos encontrar nos dicionários as seguintes definições para jugo:

  • Peça de madeira usada para atrelar bois a carroça ou arado;
  • Parelha de bois;
  • Sujeição imposta pela força autoridade; opressão;
  • Vínculo de submissão e obediê

As definições do dicionário aplicadas ao contexto mostram que “jugo” é algo que se carrega, algo pesado, indica servidão, exige obediência, aceitar autoridade e se entregar com submissão. Ou seja, jugo é pesado, pois o jugo é um fardo como Jesus mesmo disse.

Jugo é pesado, pois jugo é um fardo

Buscando uma tradução nessa linha de raciocínio chegamos a seguinte frase:

Pois o meu peso é suave e o meu peso é leve

Pode algo pesado ser leve? Pode um peso ser suave? A solução dessa contradição, a solução desse paradoxo, pode ser encontrada no “Rei dos paradoxos”, Jesus Cristo.

Ele veio ao inferno para que você possa ir para o céu.

Ele morreu para que você possa viver.

Ele recebeu uma coroa de espinhos para que você receba uma coroa de glória.

Apenas com Ele e Nele uma coisa pesada pode se tornar leve.

A servidão à Cristo, a obediência à ele, receber o jugo que ele dá, carregar o fardo que ele coloca sobre os nossos ombros, tudo isto é o caminho para encontrar uma leveza e suavidade, que de outra forma não poderia ser experimentada por seres mortais como nós.

A explicação e o segredo do Seu peso que é leve e suave, é que na entrega completa a Cristo, no “abandono” completo em Seus braços, deixamos de conduzir tudo. E deixando de conduzir tudo, deixamos de carregar tudo.

Pois o peso que seguramos só pesa para quem nos segura, só pesa para Ele, o Amado Jesus.

Apenas com Ele e Nele, uma coisa pesada pode se tornar leve.